Matrícula ou Email: Senha: Esqueci a senha 




Índice
Lesões corporais
Físicos - Mecânicos
Contundente
Rubefação
Edema Traumático
Equimose
Hematoma
Bossa
Escoriação
Ferida Contusa
Entorse
Luxação
Fraturas
Rotura Visceral
Avulsão Dentária
Esmagamento
Lesões Corporais em odontologia
Acidentes de trânsito  

 
 
   
  • Fonte de energia
    • Cinética movimento
  • Transferência
    • Por um plano sem pontas ou arestas
  • Contato
    • Ortogonal
    • Oblíquo
    • Tangencial
  • Lesões
    • Contusas
  • Instrumentos típicos
    • Piso
    • Parede
    • Mão
    • Veículo
    • Pedra
    • Pau
  • Gravidade da lesão (generalização)
    • Leves
      • Rubefação
      • Edema traumático
      • Equimose
      • Escoriação
      • Bossa
    • Média
      • Ferida contusa
      • Entorse
      • Luxação
    • Intensa
      • Fratura
      • Rotura visceral
      • Esmagamento
      • Avulsão
    • Exceções
      • Edema cerebral intensa
      • Ferida contusa pequena leve
      • Escoriação profunda média
  • Local da lesão
    • Direto
      • Lesão no ponto de impacto
      • Ex: escoriação
    • Indireto
      • Lesão fora do ponto de impacto
      • Ex: impacto frontal e hematoma subdural occipital
    • Misto
      • Lesão no local do impacto e fora deste
      • Ex: edema traumático frontal e hematoma subdural occipital
  • Origem da energia
    • Ativo
      • Objeto em movimento
      • Corpo em repouso
    • Passivo
      • Objeto em repouso
      • Corpo em movimento
    • Misto
      • Objeto em movimento
      • Corpo em movimento

Rubefação

 
  • Sinônimo
    • Científico hiperemia
    • Popular vermelhidão
  • Instrumentos típicos
    • Mãos Tapas
    • Dedos Beliscões
    • Cinto
  • Produção
    • Liberação de histamina
      • Vasodilatação capilar
        • Não ocorre lesão vascular
        • Não ocorre saída de sangue ou líquidos dos vasos
  • Cronologia
    • Aparece em instantes
    • Desaparece em minutos ou poucas horas
      • o exame deve ser realizado imediatamente
  • Diagnóstico diferencial
    • Equimose
      • Não desaparece à pressão o sangue saiu dos vasos
      • Espectro cromático vermelho; azulado; violeta ...
      • Uma equimose pode suceder uma rubefação
  • Controvérsia
    • Autores como Damásio não a consideram lesão corporal
    • Nós consideramos!

Edema Traumático

 
  • Elevação e palidez da pele na área do impacto
  • Surge após 1 a 3 minutos
  • Tríplice reação de Lewis
    • hiperemia no ponto de impacto
    • extensão da hiperemia para a área ao redor
    • palidez da zona central pelo edema

Equimose

 
  • Infiltração de sangue na malha dos tecidos
  • Devido à rotura de capilares
  • As que surgem à distância resultam da migração do sangue extravasado ou por aumento da pressão venosa por compressão das veias de drenagem
    • Ex: petéquias em conjuntivas oculares no estrangulamento, enforcamento
  • As equimose, exceto as espontâneas e as post-mortem, atestam que houve ação contundente e que havia vida no momento da lesão.
  • Tipos
    • Petéquias - cabeça de alfinete - desaparecem mais rápido que as demais
    • Sugilação - confluência de numerosas lesões puntiformes em uma área bem definida - grãos de areia
    • Sufusão - formada por uma "hemoragia" mais extensa - mantém o centro violáceo e as mudanças de cor ocorrem na periferia
  • Equimose espontânea
    • Não se relacionam às contusões
    • Não possuem sede preferencial
    • Têm distribuição simétrica no corpo
    • Acompanhadas por outros sinais de doenças hemáticas
  • Equimoses post-mortem - surgem nas regiões de livores intensos
  • Nevus azul - (pardo-escuro) - deposição congênita de melanina na região sacra - não é equimose
  • Evolução cromática da equimose
    • deve-se à progressiva reabsorção da "hemorragia" pela ação dos macrófagos.
    • O núcleo heme perde o Fe que se agrupa em moléculas para formarem os grãos de hemossiderina e o resto da heme é transformado em biliverdina e bilirrubina.
    • 1 a 3 dias - vermelho-violáceo
    • 3 a 6 dias - azul
    • 7 a 10 dias - verde
    • 10 a 15 dias - amarela


Equimose == Palpebral ==

Palpebral

 
  • Lesão comum em
    • agressões
      • familiares
        • contra mulheres
        • contra crianças
    • acidentes leves
  • Local do trauma
    • Ação direta
      • socos ou tapas
      • acidentes de trânsito
      • quedas
    • Ação indireta
      • Fraturas de base de crânio - Sinal do Guaxinim
  • 4 pálpebras
    • bipalpebral bilateral = 4
    • bipalpebral esquerdo = 2
    • palpebral inferior esquerdo = 1

Equimose == Em Barra ==

Em Barra

 
  • Produção
    • Instrumentos roliços
      • cacetetes
      • pedaços de ferro ou madeira
      • taco de basebol
      • taco de sinuca
  • Aspecto da lesão
    • duas equimoses lineares (víbices) paralelas com centro livre
  • Mecanismo
    • No local do impacto
      • A própria pressão do objeto protege os capilares da ruptura
    • Na periferia
      • o aumento de pressão produzido pelo impacto produz a ruptura de capilares

Equimose == Petéquia ==

Petéquia

 
  • Pequenas equimoses puntiformes
  • Causas
    • Direta
      • traumática
    • Indireta
      • asfixias
        • pleura visceral
        • pericárdio
      • diátese hemorrágica
        • púrpura
        • coagulopatia

Hematoma

 
  • Definição
    • continuidade lacustre sangüínea causada pelo rompimento de vasos
  • Fisiopatologia
    • Pressão dos vasos suficiente para
    • dissecar os tecidos formando uma verdadeira bolsa
  • Mais incomuns que as equimoses
  • Raríssimo visualizável na superfície do corpo
    • Geralmente confundido com as equimoses
  • Comuns em traumatismos intensos
    • crânio-encefálicos - gera aumento de pressão intra-craniana
      • hematoma extra-dural - entre o osso e a dura-mater
      • hematoma subdural - abaixo da dura-mater
      • hematoma subaracnóideo - entre a aracnoide e o cérebro
      • hematoma intraparenquimatoso - intra-cerebral
    • Viscerais
      • Hematoma sub-capsular do baço
        • rompimento dias após o trauma - pode causar óbito

Bossa

 
  • Coleção de fluidos (seroso ou sero-sangüineo) que se acumula quando existe plano subjacente resistente e impermeável.
  • Popularmente chamado de "galo"
  • No recém-nascido é comum uma bossa sanguinolenta: Caput succedaneum, que indica que o feto estava vivo no momento do parto

Escoriação

 
  • Modo de produção
    • Agente contundente desliza sobre a pele
    • Arrancamento traumático da epiderme
    • Exposição da derme
  • Profundidade - depende da pressão e aspereza
    • Superficial
      • Atinge a camada espinhosa e dá origem a exsudação de líquido incolor e crosta serosa
    • Intermediária
      • Atinge as papilas dérmicas e dá origem a pontilhado hemorrágico e sero-hemorrágica
    • Profunda
      • Atinge a derme e dá origem à coagulação hemorrágica e crosta hemática
  • Forma
    • Arrastão - Pincelada
    • Algemas - escoriações lineares paralelas
    • Estrangulamento - escoriação linear em forma de sulco horizontal
  • Evolução
    • Variáveis para o tempo de reparação
      • Profundidade
      • Vascularização
      • Velocidade de renovação epitelial
    • 18 a 24 horas > Células diferenciadas do epitélio vizinho iniciam a cobertura da área lesada
    • 7 dias > Crosta de consistência firme começa a se levantar na periferia e expõe superfície rósea pela ausência de melanina e presença de novos capilares
    • até 6 meses > Desaparece sem deixar cicatriz, exceto nas profundas
    • Nas profundas ocorre reparação mais lenta e formação de fibrose: cicatriz
  • Lesão Post Mortem
    • Não ocorre exsudação
    • A exposição da derme desidratada produz placa amarelada, apergaminhada, de consistência firme, coureácea
  • Lesões ungueais
    • Humanas
      • Arciformes > determinando a posição da mão do agressor
      • Em faixas paralelas > determinam a posição do agressor, a direção e sentido do movimento
    • Animais
      • Puntiformes
      • Lineares paralelas


Escoriação == Em Pincelada ==

Em Pincelada

 
  • Produção
    • Fricção da pele contra superfícies rugosas
    • Cada proeminência da superfície produz uma escoriação linear
    • Superfícies que geralmente produzem escoriações em pincelada
      • asfalto
      • cimento
      • chapisco
  • Permite identificar com clareza
    • Direção
    • Sentido
      • Geralmente do polo mais intenso para o menos intenso

Escoriação == Em Placa ==

Em Placa

 
  • superfície com escoriação contínua, constituindo uma "placa" irregular
  • causada por superfícies
    • regulares
    • irregulares, com grande pressão, situação onde a escoriação que seria em pincelada, por ser mais profunda, apresenta coalescência dos "sulcos", transformando-se em placa

Escoriação == Ungueais ==

Ungueais

 
  • produzidas por unhas, humanas ou de animais
  • forma
    • arciformes
    • em faixas paralelas - geralmente em número de três ou quatro
  • localização preferencial
    • pescoço (esganadura)
    • face
    • tórax
    • membros superiores
  • o exame do conteúdo sub-ungueal do agressor pode revelar material genético da vítima

Ferida Contusa

 
  • Solução de continuidade que interessa toda a pele e subcutâneo
  • O agente contundente força a epiderme de encontro a derme e esta de encontro ao osso. A epiderme é arrancada e as fibras da derme deslocadas.
  • As bordas apresentam-se escoriadas, as vertente anfractuosas, infiltradas por sangue e ligadas por pontes de tecido, e o fundo sujo e irregular
  • Instrumento arredondado forma lesão estrelada, irregular, com fissuras partindo do centro da lesão
  • Instrumento cilíndrico forma ferida linear de bodas escoriadas e solapadas
  • Se o agente age de forma lenta e continuada, em movimento de deslizamento (tração), sobre o segmento, a pele se rompe em vária fendas irregulares e paralelas até interessar toda a espessura. As margens não são escoriadas e estão particularmente deslocadas do subcutâneo unido por extensas traves de tecido íntegro
  • As feridas contusas atestam a ação contundente e raramente indicam o agente

Entorse
  • Estiramento da cápsula de uma articulação com ou sem rotura ligamentar que ocorre quando a amplitude dos movimentos articulares é ultrapassada por forças externas.
  • Os tecidos periarticulares são infiltrados por sangue, com conseqüente reação inflamatória para reabsorção. (derrame)
  • O estiramento da região, ricamente inervada, provoca muita dor.
  • Pode levar à incapacidade por mais de trinta dias.

Luxação
  • Lesão de natureza grave - deslocamento permanente das superfícies articulares.
  • A cápsula articular sofre rotura em seus pontos fracos e produz derramamento de líquido sinovial.
  • Geralmente por ação à distância
  • Caso não seja realizada redução, ocorrem aderências fibrosas das superfícies articulares nas novas relações anatômicas.
  • Pode ocorrer arrancamento de pequenas tuberosidades ósseas e ruturas de pequenos músculos ou tendões, além de compressões vasculares e nervosas.
  • Mais comum nos Homens e em MMSS
  • As crianças são menos vulneráveis pois têm articulações mais flexíveis e os velhos porque possuem os ossos enfraquecidos, que se fraturam com facilidade

Fraturas
  • Solução de continuidade de estruturas duras, mineralizadas
    • ossos
    • dentes
  • Causas comuns
    • contundentes
    • pérfuro-contundentes


Fraturas == Fraturas ósseas ==

Fraturas ósseas

 
  • Solução de continuidade no osso
  • Podem surgir por
    • Mecanismo direto
    • Flexão exagerada (diáfise femural)
    • Torção (ossos da perna)
    • Arrancamento (calcâneo)
    • Esmagamento (rádio)
  • Tipos
    • Exposta - quando se comunica com o exterior através de feridas cutâneas de bordas escoriadas e irregulares
    • Patológica - quando surge espontaneamente, geralmente no osso enfraquecido
    • Completa - divide o osso em dois ou mais fragmentos - geralmente se deslocam
    • Incompleta - galho verde - afundamento de osso esponjoso
  • Consolidação de osso longo 20 ou 30 dias
    • Entretanto, a cura fisiológica completa ultrapassa muito este tempo
      • afastamento das ocupações habituais por mais de trinta dias
  • Pseudo-artrose
    • interposição de tecidos moles
    • necessidade de cirurgia corretiva
  • Fraturas articulares - epifisárias são graves e favorecem aderências

Fraturas == Fraturas dentárias ==

Fraturas dentárias

 
  • Fraturas dentárias
    • Coronárias - atingem a coroa
      • Passíveis de correção
        • pequenas fraturas - restaurações fotopolimerizáveis
        • grandes fraturas - coroas artificiais
    • Radiculares - atingem a raiz
      • Geralmente levam à perda dentária
  • Podem atingir a polpa dentária
    • Em dentes vitalizados leva, geralmente, à necessidade de tratamento endodôntico

Rotura Visceral

 
  • Mais freqüentes no abdome
  • Qualquer que seja a sede constitui perigo de vida
  • Tórax
    • O gradil costal e o esterno tornam o tórax menos compressível
    • As roturas pulmonares estão associadas às fraturas de costelas, que penetram o órgão causando hemopneumotórax e enfisema
    • A inundação dos alvéolos pelo sangue desperta reação fagocitária que deixa cicatriz fibrosa
    • A compressão ântero-posterior pode levar à rotura do coração (paredes direitas são menos resistentes) e de vasos da base
    • As lesões da aorta situam-se
      • abaixo da emergência da subclávia (colisões e esmagamentos)
      • porções ascendentes da crossa (quedas)
  • Abdome
    • Impactos no abdome aumentam a pressão intra-abdominal e as vísceras tendem a insinuar-se pelas brechas da parede.
    • O diafragma tende a romper-se na porção mais fraca - entre a porção tendinosa e os feixes posteriores com herniamento para a cavidade pleural
    • Estados patológicos que aumentam o volume ou friabilidade do órgão aumentam o resultado
    • Vísceras ocas lesionam-se mais quando cheias de líquidos ou alimentos (não compressíveis), especialmente o duodeno, por estar fixado à parede posterior.

Avulsão Dentária

 
  • Conseqüências
    • Debilidade das funções
    • Mastigatória
    • Fonética
    • Prejuízo estético
  • Tratamento
    • Possibilidade de reimplante dentário
      • Grande chance de insucesso
    • Prótese fixas
      • Convencionais
      • Adesivas
      • Implantes
    • Próteses removíveis

Esmagamento

 
  • Todos os planos anatômicos de um segmento são comprimidos e distorcidos.
  • Produzido de agente com grande energia cinética, geralmente grande massa.
  • Parte moles - extensamente laceradas
  • Ossos - fraturas cominutivas
  • Destruição extensa dos tecidos
    • Perda sanguínea importante
      • Excita terminações nervosas
        • Libera substâncias nocivas na circulação
          • Síndrome do esmagamento - insuficiência renal aguda por depósito de mioglobina nos túbulos renais

Lesões Corporais em odontologia

 
  • Periciando de 9 anos de idade
  • Colisão entre bicicleta e  automóvel
    • agente contundente
  • Avulsões dentárias
    • debilidade permanente da
      • função mastigatória
      • função fonética
    • deformidade permanente
      • importante dano estético

Acidentes de trânsito

 
Nas vias de Brasília sempre nos deparamos com acidentes de trânsito, alguns muito graves.



Webmaster
Malthus

Este site está sendo monitorado, como parte dos Trabalhos do Professor
Malthus Fonseca Galvão
Todas as ações implementadas neste site ficam gravadas em um banco de dados
com finalidade de pesquisas e melhorias do sistema.

©Os direitos autorais deste Sítio são protegidos pela Lei 9610 de 19/02/1998. Todos os programas de computador, métodos e bancos de dados utilizados neste Sítio foram desenvolvidos pelo Prof. Malthus Galvão. O conteúdo é propriedade dos respectivos autores. Toda violação destes direitos de propriedade estará sujeita às penalidades prescritas em lei.
Este sítio está em constante remodelação e pode conter erros!!!