Matrícula ou Email: Senha: Esqueci a senha 




Índice
Lesões corporais
Físico-Químicos
Afogamento  

 
 
   
 
Manobra de compressão torácica no afogado

  • Afogamento real ou verdadeiro
    • penetração de líquido nas vias aéreas
  • Afogamento branco (10:1)
    • queda de surpresa
    • temperatura muito baixa da água
    • depressão dos centros nervosos - alcool
    • morte por excitação do vago e conseqüente parada cardiorespiratória por inibição
  • Fases do afogamento
    • Fase de luta
      • O & percebe o perigo iminente mas retarda o pedido de ajuda
      • Tenta agarrar-se a qualquer coisa que flutue - escoriações e feridas superficiais
      • Faz esforços imensos - pode levar a rotura de feixes vasculares com pequenos focos de homorragia
      • Bebe muita água que se acumula no estômago
    • Fase de apnéia voluntária
      • Ao esgotarem as energias o & prende a respiração
      • O CO2 levam à estímulo respiratório irresistível
      • Excitação do faringe e laringe com espasmo das cordas vocais
      • pode haver vômito com aspiração
      • pode ocorrer convulsões
    • Fase de aspiração
      • líquido invade os alvéolos pulmonares
      • estabelece-se troca de solventes e eletrólitos
  • Água doce
    • água menos concentrada penetra por osmose na circulação
    • hemodiluição
    • sobrecarga de volume
    • A hipervolemia é o fator mais importante na falência cardíaca
    • Hemólise
    • Hiperpotassemia
    • Fibrilação ventricular
    • morte em 3-5` após a aspiração
    • Diluição maior no VE
    • Abaixamento do ponto crioscópico - normal = -0,64
    • Cl e Mg menor no VE que em VD
    • A gota do AE, mais diluída, vai afundar um pouco mais e voltar mais lentamente à superfície
  • Água salgada
    • água mais concentrada desloca líquido para a luz alveolar
    • hemoconcentração
    • Sem hemólise - Sem hiperpotassemia - Sem Fibrilação
    • Morte genuinamente pelo processo asfíxico
    • Concentração maior no VE
    • Aumento do ponto crioscópico - normal = -0,64
  • Alterações externas
    • Pela permanência na água
      • Enrugamento da pele - Mãos de lavaderia
      • Contração dos piloeretores - Pele anserina
      • Maceração - Destacamento em luva
    • Pela aspiração do líquido
      • Espuma branca - ar + secreções + surfactantes
      • Expulsa pela boca e narinas logo após a morte pelo relaxamento dos musc. resp.
    • Pela luta por não submergir
      • Lesões na tentativa de se agarrar e pelo grande esforço muscular
      • Os detritos nos sulcos ungueais sugerem o local do afogamento
    • Pela fauna e flora do meio
      • Animais atacam antes e depois da morte - provocam grandes mutilações
      • Após a morte são comuns crustáceos (siris)
        • Pálpebras, lábios, nariz, orelhas e genitália
        • Bordas crenadas, policíclicas, sem infiltração hemorrágica
      • Em mangue é comum ataque de ratos
      • Difícil caracterizar lesão em vida ou após a morte dentro d`água
      • Europeus referem proliferação de algas sobre a pele e orifícios naturais
    • Por hélices de embarcações
      • Lesões mutilantes
      • Extensas
      • Profundas
      • Sem reação vital
    • Por arrastamento do corpo
      • Atrito com elementos do fundo
      • dorso das mãos, dos pés, joelhos e face
      • Cadáver em posição ventral com membros e cabeça pendentes
    • Por deposição de detritos
      • Corpo resgatado com óleo, algas, folhagem, areia, lama
    • Pela manobra do resgate
      • Lesões de extensão variável
      • Proporcionais à dificuldade de resgate
  • Fenômenos
    • Resfriamento é muito mais rápido
    • Rigidez antecipada pela asfixia
    • Livores precoces - fluidez do sangue
    • Livores vermelhos
    • Livores na cabeça e face anterior do tórax (cabeça de negro)
    • Putrefação pode começar no tórax - penetração de bactérias
    • Putrefação demora na água fria, mas se decompõem logo a ser retirado
  • Necrópsia
    • Cogumelo de espuma
    • Enfisema aquoso
    • Corpos estranhos em brônquios
    • Líquido abundante em estômago e alças



Webmaster
Malthus

Este site está sendo monitorado, como parte dos Trabalhos do Professor
Malthus Fonseca Galvão
Todas as ações implementadas neste site ficam gravadas em um banco de dados
com finalidade de pesquisas e melhorias do sistema.

©Os direitos autorais deste Sítio são protegidos pela Lei 9610 de 19/02/1998. Todos os programas de computador, métodos e bancos de dados utilizados neste Sítio foram desenvolvidos pelo Prof. Malthus Galvão. O conteúdo é propriedade dos respectivos autores. Toda violação destes direitos de propriedade estará sujeita às penalidades prescritas em lei.
Este sítio está em constante remodelação e pode conter erros!!!